Dicionário da moda: Os principais termos de A a Z

Por

Temos muitos posts sobre moda e vestuário aqui no blog e sentimos a necessidade de organizar um dicionário de moda para vocês, com termos comuns nesse meio, mas que não são tão familiares para pessoas fora do segmento. As definições foram retiradas do Glossário Patogê

LETRA A

Aba – Termo usado para denominar a borda de chapéus, bem como a região externa de bolsos onde é realizado o fechamento. 

Abotoamento Duplo – refere-se ao abotoamento duplo de casacos e blazers. Modelos com abotoamento duplo possuem peças frontais maiores, que se transpassam.

Abotoamento Simples – refere-se ao abotoamento simples de casacos e blazer. Geralmente, os abotoamentos simples são compostos por 2 ou 3 botões. Versões modernas podem ter 1 ou 4 botões, mas não são usuais.

Acetinado – É uma característica que geralmente é usada para se referir à superfície de um tecido, quando este tem efeito de brilho de acordo com a incidência de luz, como acontece com o cetim. Um tecido Dash que tem essa característica é o que usamos para calças, blazer, vestidos, saias e outros. O Premium tem em sua composição um pouco de elastano e um toque acetinado dando mais conforto para quem veste.

Algodão – É uma fibra natural que pode ter diversos comprimentos, dependendo do tipo e da região na qual foi produzida. Quanto mais longa a fibra, mais fino o fio que ela formará e, consequentemente, mais leve e delicado o tecido, como os feitos de algodão pima ou algodão egípcio.

Alinhavo – Técnica muito utilizada na costura antes da finalização da peça, consiste na ação de unir temporariamente as partes da peça em questão, com pontos largos e à mão. Fazemos isso durante o nosso processo de produção quando vamos iniciar as montagem das peças.

Amarração – Para prender ou proporcionar um efeito estético; é o resultado da amarra de tecidos ou cordões.

Anatômico – Refere-se às peças que se moldam às formas e curvas do corpo. Geralmente produzidas com tecidos que tem em sua composição o elastano.

Aviamento – Aviamentos são aparelhos ou materiais necessários à execução ou à conclusão de uma peça de roupa. Podemos citar como exemplos de aviamentos decorativos: botões, cordões, fivelas, lantejoulas, rendas, etc. Um exemplo disso são os novos botões personalizados usados nas calças da Dash Uniformes.

Letra A

LETRA B

Babado – Pedaço de tecido franzido que é costurado a peças de roupa para enfeitá-las. Ele pode ser ou não do mesmo tecido e cor da peça em que é aplicado.

Baby look Camisetas femininas na altura da cintura e ajustadas ao corpo.

Bainha – Dobra da barra do tecido de uma calça, saia, vestido ou casaco.

Balonê – Saia ou blusa que tem a barra virada e pregada na parte de dentro, formando um desenho parecido com o de um balão.

Bandana – Pedaço de tecido quadrado de tamanho médio que pode ser usado na cabeça, carregado nos bolsos de paletós e calças ou amarrado no pescoço.

Barra Italiana – Barra com a dobra virada para o lado de fora da calça.

Barra Scalloped – Barra que tem o acabamento cortado em curvas de meio círculo, criando o efeito ondulado.

Bata – Blusa curta ou longa que fica folgada no corpo. Quando tem o corte mais reto também é chamada de túnica, mas a bata normalmente é mais curta.

Blusa Cacharrel – Blusa feminina leve e justa ao corpo e com gola alta.

Blusa canguru – Blusa com capuz.

Blusê – A palavra vem do francês “blouse”. Uma blusa molinha, com uma sobra de tecido perto da cintura que é franzida com um nó ou costura e continua em cima do quadril.

Boca-de-sino – Calça com boca bem larga, que perto da barra tem vários centímetros de largura a mais que no início das coxas.

Body – Espécie de maiô. É uma peça justa ao corpo e feita com fio de elastano.

Boho – Deriva da palavra em inglês bohemian, ou boêmio em português. Reflete um estilo não convencional, boêmio. E a boêmia simboliza uma vida alegre e despreocupada, com pouco ou nenhum trabalho. Também inclui referências ciganas.

Bojo – Estrutura de forma arredondada feita em tecido e colocado em peças de vestuário, moda praia e mais comumente em roupas íntimas femininas. Essa estrutura serve para acomodar e sustentar o seio e, em alguns casos, possuem enchimento para aumentar o volume do mesmo.

Bolero – Casaco feminino curto (no máximo até a altura do busto) usado aberto.

Bolso chapado – Bolso visível no lado de fora da roupa, sem dobras nas laterais, forrado ou não. Pode ser confeccionado em diferentes formatos.

Bolso embutido – Bolso confeccionado para o lado de dentro da roupa, geralmente com o mesmo tecido utilizado para o forro. Pode ter abertura invisível ou decorativa, com tampa de fechamento ou não.

Bolso-faca – Bolso cortado na diagonal.

Bomber jacket – É uma peça feita de couro ou outros tecidos, mais larga, normalmente com elástico nos punhos e barra, mangas largas e fechada com zíper na frente.

Bordado – Trabalho decorativo de agulha que forma desenhos sobre o tecido.

Botão – Aviamento feito de diferentes tamanhos, formatos e materiais sendo o mais tradicional o de forma redonda. Tem a utilidade tanto funcional, para fechamento, quanto para decoração e é utilizado no vestuário, em bolsas, calçados e acessórios.

Boyfit – Modelagem ampla que sugere uma peça “roubada” do guarda-roupa masculino. As calças foram a primeira a ganhar o título, seguidas dos paletós e blazers de proporções maiores, como os popularizados pela estilista inglesa Stella McCartney.

Braguilha – Abertura vertical na parte da frente de shorts, bermudas ou calças masculinas ou femininas, fechada por zíper ou botão.

Brim – Tecido resistente de linho ou algodão.

guia-ilustrado-uniforme-perfeito-thumb-inverted

LETRA C

Cache-coeur –  (lê-se “cachequér”): Blusa feminina cruzada na frente e amarrada na cintura ou no busto. Em tradução livre do francês, significa “esconde-coração”.

Cachecol – Tipo de echarpe feita de lã, seda ou outro tecido, liso ou com estampas, que se enrola ao pescoço.

Calça Capri – Modelo de calça feminina de comprimento na altura dos tornozelos.

Calça Cargo – Com inspiração militar, ela tem modelagem larga e vários bolsos grandes ou pequenos. O que normalmente a caracteriza são os bolsos nas laterais, na altura dos joelhos.

Calça Cigarrete – Tem modelagem ajustada ao corpo, barra afunilada e comprimento pouco acima dos tornozelos.

Calça Flare – Flare, em inglês, significa “espalhar”. A calça flare “se espalha”, alarga, no final da perna. É a calça boca de sino ou pata de elefante.

Calça Pantacourt – Calça pantacourt é a pantalona curta.

Calça Pantalona – Peça ajustada na cintura e nos quadris, mas reta e ampla nas pernas, com comprimento que chega até o chão.

Calça Skinny – Jeans que leva elastano na composição de modelagem ajustada na cintura, quadris e pernas.

Cambraia – Tecido leve e fino de algodão ou linho, usado na confecção de roupas íntimas, lenços, roupas de bebê, blusas femininas e camisas sociais masculinas.

Camisa – Camisa é uma peça de roupa que pode ser masculina, feminina, infantil ou bebê. Existem vários tipos de camisa e geralmente são adaptadas a cultura, clima e preferências sugeridas pela moda.

Canga – Pedaço de tecido grande e retangular que se usa amarrado, normalmente por cima do traje de praia.

Capuz – Parte de uma capa, agasalho ou blusa que cobre a cabeça.

Carcela – Tira de tecido localizada na abertura de golas, mangas e punhos com aplicação de botões para fechamento.

Cardigã – Casaco tricotado com lã penteada. Tornou-se popular entre tricoteiras sendo produzido com abotoamento central e decote V e mangas compridas.

Casaco – Peça feminina ou masculina de mangas longas, fechada por zíper ou botões.

Caseado – Acabamento feito por meio de costura nas casas para botões.

Cashmere – (lê-se “caximir”): Lã fina e macia. O termo também é usado para nomear estampas aplicadas em tecidos que são obtidos a partir dessa lã.

Casual Wear – Do inglês casual (informal) e wear (usar). Estilo de roupa simplificada, à vontade, utilizada para ficar em casa ou ir a lugares informais. Jeans, malhas, jaquetas, etc.

Cavalor – Parte da calça ou bermuda abaixo da cintura em que se encontram as duas pernas da peça.

Cetim – Tecido que representa uma superfície lisa, acetinada, lustrosa e outra opaca.

Chemisier – Vestido reto que é como uma camisa masculina mais longa, fechado na frente por botões.

Chulear – Chulear é dar um acabamento nas bordas do tecido antes de costurar a peça, para que o tecido não desfie.

Cocktail Dress – Vestido cuja barra geralmente vai até os joelhos, usado por mulheres em festas e ocasiões formais que não exijam vestidos de gala

Coleção – Conjunto de peças que um estilista propõe para conceitos e características específicas.

Colete – Peça sem mangas, com abertura na parte da frente e que normalmente é usada por cima de regatas, camisetas ou camisas.

Cós – Tira de tecido de largura variada que tem como objetivo o ajuste da cintura de calças e saias.

Cotton – Termo em inglês que significa algodão.

Crepe – Tecido leve de seda ou lã fina de textura áspera. Aqui na Dash o Crepe que utilizamos é feito a partir do poliéster.

Crochê – Trançado feito com uma agulha especial que tem um gancho na ponta.

letra C

LETRA D

Decote Canoa – Gola cortada de um ombro ao outro, que deixa as escápulas de fora. Coco Chanel cortou camisetas masculinas de listras horizontais para fazer o decote canoa e então entrou na moda. Também é chamado de bateau (barco em francês).

Decote Coração – Decote feminino, normalmente um pouco mais profundo que o canoa, cortado como as curvas da parte de cima de um coração.

Decote Império – É preso e ajustado logo abaixo do busto e solto no resto da peça. Mais comum em vestidos de festa ou causais, e em roupas pensadas para gestantes.

Decote Nadador – Na frente há duas alças e atrás elas se unem. Nas costas, lembra a parte de trás de um maiô de natação.

Decote Princesa – Blusa ou vestido ajustado, com recorte arredondado e romântico no busto, com costuras verticais.

Degradê – Efeito que diminui a intensidade de uma cor aos poucos numa mesma peça. É comum em lentes de óculos.

Denin – Sarja de algodão fabricada com fios tingidos de cor azul bem forte (índigo) e fios na cor natural, branco. É o material utilizado na fabricação de jeans. 

Drapeado – Efeito produzido por dobras e pregas de um tecido.

Dry fit – Conceito utilizado para definir o tecido feito de poliéster ou poliamida com ou sem elastano, ou que, devido a sua estrutura, proporcionam um conforto propício para o esporte que exigem alta capacidade de transpiração. Um produto com conceito dry fit dá ao tecido capacidade de tirar a umidade do corpo e transportá-la para fora do tecido.

LETRA E

Echarpe – Lenço longo e estreito usado no pescoço.

Elastano – Fibra artificial química proveniente do lycra, de maior elasticidade, capaz de esticar e retornar ao seu estado inicial sem danificações. Atualmente utilizado na mistura com outras fibras como algodão, poliéster, proporcionando conforto, elasticidade.

Envelope – Esse termo se refere a um tipo de fechamento de roupas, que se cruza como um envelope, criando um transpasse sem utilizar botões ou fecho. É enrolado uma vez em torno do corpo, enquanto a parte da frente é transpassada para ser amarrada na cintura. Pode ser aplicado em vestidos, saias e blusas.

Enfesto –enfesto é a preparação para o corte das peças. Os tecidos são estendidos um sobre o outro, formando camadas para que aconteça o corte das peças.

Escarpim – (lê-se “escarpã): Sapato feminino com saltos altos, bico fino e um pouco cavado na altura dos dedos.

Estilo – Manifestações pessoais, individuais ou grupais, exteriorizada através do modo de se vestir ou de se expressar. Segue características próprias ou influenciadas por uma época.

Estola – Agasalho retangular, geralmente usado em volta dos ombros e cruzado sobre o peito. A estola ingressou na moda na década de 50, geralmente usada à noite sobre vestidos longos. Hoje é um clássico do closet, que pode ser coordenado também com looks mais despojados conforme o material de confecção. Tecido retangular que funciona como um xale.

Etiqueta – A palavra etiqueta veio do francês etiquette, que designava, como hoje, um pequeno pedaço de papel escrito que era afixado a um saco ou a um pacote para identificar o seu conteúdo. Seu uso primitivo era nos sacos de dinheiro, nos grandes maços de papéis, nos fardos e nas trouxas de roupas. Com o desenvolvimento da indústria têxtil, a partir do século XIX, passou a aparecer também em cada peça de roupa, a fim de identificar o seu fabricante.

Evasê – Que tem a forma de um “a” mais alargado na parte de baixo. As saias evasê são justas na cintura e mais largas na extremidade. Corte de roupas que alarga/abre sutilmente em direção à parte inferior.

letra E

LETRA F

Fashion – Palavra em inglês que significa moda.

Fashionista – Quem acompanha a moda e segue as tendências.

Fenda – Aberturas na roupa para proporcionar mobilidade, efeito decorativo, ou traduzir sensualidade. Pode ser utilizada em calças, mas seu uso destina-se principalmente para saias.

Fibras Artificiais – São as fibras que se utilizam de matéria-prima natural mas que são produzidas  pelo homem por meio de recursos químicos. Alguns exemplos de fibras artificiais são o acetato, rayon e viscose.

Fibras Naturais – São aquelas fornecidas praticamente prontas pela natureza bastando limpá-las de impurezas: Ex. lã, algodão.

Fibras Sintéticas – Classificação de diversas fibras que são feitas a partir de princípios químicos, como os polímeros. Exemplos: elastano, poliamida e poliéster.

Filó – Tule confeccionado a partir do algodão ou fibras sintéticas, com efeito de rede vazada com pequenos furos, usado na confecção de véus. 

Fio – Nome genérico do conjunto de fibras unidas por torção. Os fios podem ser de fibras curtas, longas ou de filamentos contínuos.

Fivela – Sistema de fechamento utilizado em vestuário e acessórios desde a antiguidade. É confeccionada em diversos materiais, como metal, plástico, acrílico e etc. Atualmente, pode ser utilizada como enfeite, desprezando sua funcionalidade. Em alguns estados brasileiros, os prendedores de cabelo também são conhecidos como fivela.

Flanela – Tipo de tecido com toque macio feito de lã cardada, pode ter aspecto liso ou xadrez.

Flat – Sapatos sem saltos, como rasteiras e sapatilhas.

Forro – Tecido utilizado por baixo do tecido principal e pode ter diferentes finalidades. Serve para ocultar as costuras interiores, inibir transparência, permitir vestir e despir com maior facilidade, proporcionar maior proteção contra o frio sem tornar a peça pesada, reforçar costuras e evitar deformação em áreas de maior utilização.

Frente Única – Peça do vestuário feminino que cobre apenas a parte da frente do tronco. A blusa ou o vestido frente única é preso pelo pescoço e pela cintura.

LETRA G

Gabardine – Tecido com trama diagonal que é feito de lã ou algodão e algum outro fio impermeável, por isso é muito usado em roupas ou capas contra a chuva.

Galocha – Tipo de bota impermeável feita de borracha ou PVC que tem sido fabricada com estampas e cores fortes para ser usada por adultos e crianças.

Galão – Fita não muito larga com a qual se decoram as dobraduras, as bordas de peças de vestuário. 

Godê – Pedaço triangular de tecido, mais largo na parte inferior, costurado a uma saia, vestido ou casaco para aumentar a roda. Os godês vêm sendo usados na costura desde o século passado.

Gola – Parte de uma blusa ou vestido que envolve o pescoço.

 Gola Italiana – Gola de colarinho mais amplo, onde a gola é menor e mais curta.

Gola Jabô – Gola em babado que tem como característica o volume que cria na parte frontal da peça. Originalmente utilizada como acessório decorativo removível de camisas masculinas durante o século 17, era feita em renda e fechada na nuca por botões ou laço de fita. 

Gola Laço – Conhecida também como gola gravata ou gola foulard, é um tipo de gola de tiras alongadas que são amarradas formando um laço. Muito populares nos anos 1970, foram retomadas recentemente como forte tendência no guarda-roupa feminino.

Gola Polo – No final do século 20, prevalecia a gola de camisa masculina redonda e engomada. Com o tempo, entrou em uso uma gola maleável, alta e circular, virada para baixo. Geralmente em malha, é muito usada em camisas para prática de polo, golf e tênis, em roupas informais e uniformes.

Gola Rolê/ Rulê/ Cacharel –  Gola alta e justa em malha ou tricô, muito usada na década de 60. Criada pelo estilista francês Jean Cacharel e então ficou conhecida por gola Cacharel.

Gorgorão – Tecido encorpado de seda ou lã que forma pequenos desníveis na trama.

letra g

LETRA H

Haute couture – O termo, em francês, se refere a peças femininas únicas, feitas à mão pelos melhores profissionais, sob medida, com os mais nobres tecidos e apenas na cidade de Paris, na França. Literalmente, significa alta-costura. E não existe alta-costura fora da capital francesa. Nos Estados Unidos, por exemplo, é usada a expressão high fashion e, na Itália, alta moda. Em 1910, foi criada a chambre syndicale de la Haute couture, um órgão sindical que regula, defende e define quem são os estilistas que realmente fazem alta-costura. Hoje em dia, no entanto, a expressão se popularizou e, muitas vezes, é usada para se referir a algo de altíssima qualidade, mas não necessariamente de haute couture.

Helanca – Marca de um fio enrugado e elástico. Nos anos 1960 foi muito usado em maiôs e faixas de cabelo. 

Hi-Low – lê-se “rái-lou”): Gíria da moda para definir o estilo de alguém ou de alguma produção que combina peças caras e baratas. A palavra é uma abreviação dos termos high (que significa alto em inglês) e low (baixo), que são combinados para dar ideia de uma mistura de roupas e acessórios caros e baratos.

Hot Pants – Expressão em inglês usada nos anos 1970 para caracterizar shorts femininos que são bem curtos, na linha do bumbum, e que tem a cintura muito alta. No Brasil, o termo é usado como sinônimo de short.

LETRA I

Ilhós – Palavra usada para designar tanto orifício por onde é passado um cordão quanto a peça de metal que passa por ele. 

Índigo – Pigmento azulado usado para tingir o brim, que é o tecido com que se faz o jeans.

​​Indumentária – Termo usado para designar a arte e a história do vestuário e o uso de trajes em relação a épocas e povos, ou o próprio vestuário. 

​​It Girl – O termo ficou conhecido quando a jornalista inglesa Pium Sykes passou a entrevistar garotas populares em Nova York e Los Angeles para a Revista Vogue americana. São mulheres que, mesmo sem querer, criam tendências, despertam o interesse das pessoas em relação ao seu modo de vestir, de andar, pensar ou ser.

LETRA J

Jeans – É o tecido mais democrático e o nosso queridinho! Surgiu como matéria prima para calças de trabalhadores (devido a sua resistência) e era 100% em algodão. Hoje ele já tem várias vertentes, está presente em várias peças e ganhou fibras sintéticas, poliéster e lycra em sua composição, permitindo novas modelagens. 

Jeanswear – Vestuário feito de jeans. 

Jogging –  Conjunto de calça e blusão de manga compridas, geralmente de moletom. Muito usado em atividades esportivas. 

LETRA L

Lady Like – Faz referência ao estilo delicado dos anos 50. Cinturas altas, silhuetas femininas e saias rodadas representam bem este estilo. 

Lavagem – Processo de tingimento na indústria têxtil. Desde o simples amaciamento ao sandwashed (jato de areia), os tons do tingimento são muitos. Para dar aquele ar envelhecido no jeans, por exemplo, usamos a técnica stonewashed (com pedras vulcânicas). Já para criar um efeito delavê, usa-se alvejantes químicos. 

Leather Denim – Quando a sarja imita o couro. Aplica-se uma resina sobre o tecido, depois comprime o jeans em uma temperatura elevada para chegar nesse efeito. 

Listras breton – Listras presentes nas camisetas dos marinheiros franceses. Se popularizou através do estilo “navy” em 1920, criado pela Chanel. 

Lookbook – Material impresso ou digital produzido pela marca para mostrar as peças da coleção. Geralmente as fotos são feitas com fundo neutro e mostram o produto em sua cor original e textura. 

LETRA M

Mainstream – Se refere ao mercado de massa. Aquilo que é altamente popular e moda principal dominante. É o oposto de “underground” (disponível para um nicho de mercado restrito). 

Maison – Significa “casa” no francês. Termo usado pelas marcas de altacostura. Mélange. Significa mistura. Fusão de modelagem e materiais para criar visuais complexos. 

Moodboard – Painéis de inspiração e temas. São utilizados pela equipe de designers e estilistas para comunicar um conceito. Nas redes sociais o termo “mood do dia” se refere à uma inspiração. 

LETRA N

Navy – Estilo criado por Coco Chanel na década de 1920 com inspiração nos marinheiros franceses. As listras e as cores vermelho e azul marinho são características predominantes nesse estilo. 

New Age – “Nova Era”. Movimento que vai contra o materialismo e valoriza o contato com a natureza em busca do autoconhecimento. Na moda, transparência e fluidez representam o estilo. 

New Look – “Novo Visual”. Resgata a elegância da mulher após a Segunda Guerra Mundial. O visual que caracteriza este estilo é conhecido como “tailleur bar”, muito utilizado como inspiração para criações atuais. Saias amplas, cintura afunilada e ombros levemente caídos ilustram bem o New Look. 

New Wave – Veio para contrastar o punk nos anos 1980. As roupas são bem coloridas (verde limão e pink na cartela de cores), animal print e gel nos cabelos

LETRA O

Off-White – É um tom neutro muito comum em vestidos de noiva. É quase branco, mas tem um tom “gelo”. Peças de linho também trazem muito esse tom. 

Ombrê – Significa “sombreado”. É um efeito com variação de cores (escuras para claras) sem interrupção. 

Onça (oz) – Unidade de medida utilizada para calcular o peso do denim. (Veja em gramatura) 

Overlock – Máquina de costura industrial ou doméstica apropriada para malhas e para acabamentos de tecidos que desfiam facilmente.

 Oversized – Aquilo que é excessivamente grande

LETRA P

Padronagem –  Temas ou objetos, organizados repetidamente. É um método de estamparia. 

Pantone® – Empresa americana conhecida pela criação de um sistema de cores que se tornou referência na indústria gráfica e têxtil em todo o mundo. Este sistema permite que, ao escolher uma determinada cor da cartela pantone, a cor ficará 100% correta em qualquer lugar do mundo. 

Peça-piloto – É a primeira peça de uma roupa aprovada. Ela servirá como padrão para a confecção de todas as outras peças a serem produzidas. Geralmente as coleções são fotografadas com as peças pilotos. 

Personal Stylist – Profissional responsável em auxiliar seus clientes a cuidar do visual, descobrindo quais roupas, cores e formas caem melhor para cada pessoa. 

Pesponto – Acabamento externo de costura que tem como característica pontos mais largos, geralmente feitos com linha encerada em cor contrastante ao tecido. 

Pop Art – Movimento cultural que surgiu nos anos 1950 em Londres. Mais tarde, Andy Warhol foi uma das figuras centrais da Pop Art nos Estados Unidos, fazendo uma crítica ao consumo frenético e ao capitalismo. Os quadrinhos e os ícones do cinema e publicidade são retratados neste estilo em cores vibrantes. 

Prêt-a-porter – Pronto para usar. 

Preview – Significa “prévia”. Refere-se à antecipação de lançamentos. 

Produção off-shore – Confecção em países estrageiros. 

Punks – Subcultura jovem com origem no Reino Unido em meados dos anos 1970. Esses jovens usavam a música e a moda para expressar um descontentamento com a situação social e econômica da época. Penteados peculiares, tatuagens e piercings fazem parte da essência irreverente deste grupo. 

LETRA R

Rebite – rebite é uma pequena peça de metal arredondada. Serve para unir diferentes partes de uma peça ou somente decorar.

Red carpet – “Tapete vermelho”. Se refere aos grandes eventos de gala, como Oscar e Grammy. 

Renda guipure – É uma renda de linho ou seda com relevos. É considerada a mais nobre das rendas. 

Resort – Pré coleção de primavera, lançada entre maio e junho. Devido ao novo cenário de fast fashion e a demanda dos consumidores por novidades, várias marcas acrescentaram mais lançamentos em seu calendário. 

Revival – Quando algum estilo de outras épocas volta a ser tendência. 

LETRA S

Slow fashion – Movimento que incentiva a compra de peças em brechós, valoriza o trabalho artesanal, apoia a mão de obra local, as peças de qualidade, entre outros. É um estilo de vida que vai pelo caminho oposto proposto pelo “fast fashion”. 

Still – São imagens de produtos, com fundo sólido (geralmente branco). Neste tipo de imagem não existe modelos, apenas as peças. 

Stonewashed – Técnica de lavagem feita com o auxílio de pedras abrasivas, dando um aspecto desbotado à calça jeans. Glossário Fashion: moda de A a Z 

Storyboard – Apresentação do conceito de uma coleção. Neste quadro aparecem a classificação dos estilos e suas coordenações. 

Street Style – Estilo urbano de se vestir. Refere-se também às fotos de moda de rua, usada no dia a dia. 

Stylist – Profissional que atua em um editorial de moda, campanha ou um desfile. Ele sugere quais peças usar, como combinar acessórios e determina as referências de cabelo e maquiagem. 

LETRA T

Tie-dye – “Amarrar e tingir”. É um processo de estamparia artesanal. Os efeitos variam de acordo com as amarrações que são feitas nas peças antes de serem mergulhadas em corantes. 

Toy art – Brinquedos que não são para brincar. Geralmente são objetos de decoração ou arte em 3D. Muito apreciado por colecionadores, a tendência foi criada pelo artista Michael Lau, de Hong Kong. 

LETRA U

Underground – Significa “subterrâneo”. É um movimento que vai contra os padrões da sociedade. (Veja mainstream para antônimo) 

Underwear – Significa “roupa de baixo”. 

garde) 

LETRA V

Vanguarda – Termo usado para se referir a algo que está à frente de seu tempo. (Veja também avant-garde)

Vintage – Designa roupas de outras épocas. Se popularizou com a procura crescente por brechós em todo o mundo. 

LETRA W

Wayfarer – Óculos da marca Ray-Ban da década de 1950. A atriz Audrey Hepburn usou um modelo preto em Bonequinha de Luxo. É o óculos mais vendido do mundo. 

Western – West significa “oeste” e faz referência ao estilo country: chapéu, botas e outros acessórios usados pelos caubóis americanos na corrida do ouro. 

Wet look – Visual molhado. É o efeito “molhado” nos cabelos por causa do gel. 

LETRA Y

Yettie – Tribo urbana, formada por jovens adeptos da cyber cultura. Gostam de tecnologia, calça jeans, camisas esportivas e tênis. O nome vem de Young Entrepreneurial Technocrat. 

Yuppie – Significa “Young Upwardlymobile Professional”, que denomina jovens de alta renda, extremamente consumistas e que gostam de usar roupas de grifes e frequentar lugares “hypados”.

LETRA Z

Zamac – Liga metálica composta por 4 componentes: alumínio, magnésio, cobre e zinco. Na moda é usado como matéria-prima na fabricação de fivelas, rebites, bolsas, calçados e vestuário.